REVISÃO DA VIDA TODA

Assim foi chamada esta revisão por incluir todas as contribuições do segurado no cálculo da aposentadoria, mesmo aquelas anteriores a julho de 1994.

Potencialmente todos os segurados tem direito a esta revisão, mas nem todos teriam repercussão positiva no valor da renda mensal inicial de seu benefício.

Vejamos algumas considerações iniciais, a Decadência, aquele segurado aposentado há mais de 10 anos, contados a partir do primeiro pagamento, tem seu direito de revisão fulminado pelo instituto da decadência, que inviabiliza qualquer tentativa de revisão.

Aquele segurado que se aposentou há menos de 10 anos, portanto, potencialmente pode ter direito a esta revisão, vejamos alguns exemplos em que a renda mensal inicial do benefício pode aumentar com a “revisão da vida toda”:

a) Renda mensal ou contribuições decrescentes a partir de julho de 1994; 

b) Outro critério um pouco mais complicado de verificar, seria para aqueles segurados que entre julho de 1994 e a data de entrada do requerimento administrativo, apresentem menos de 60% de contribuições validas para o período.

Esta são as situações mais frequentes de quem tem direito a esta revisão. Para confirmar seu direito antes de entrarmos com a “Revisão da Vida Toda” precisamos que nos envie, para [email protected], sua carta de concessão e seu CNIS detalhado em PDF extraído do “MEU INSS”. Com estes documentos iniciamos a verificação de potencial revisão com poderoso software de cálculos previdenciário.

Se concluirmos pela viabilidade da ação “Revisão da Vida Toda”, basta enviar cópia de sua identidade com CPF e Procuração e Contrato, para: [email protected].

Ficou com dúvidas, entre em contato pelo WhatsApp, clique aqui.

Vanessa Di BiasiREVISÃO DA VIDA TODA

Related Posts

Take a look at these posts

Join the conversation